Últimas Notícias

Guia da Série D: Bahia de Feira, Flu de Feira, Jacuipense e Juazeirense brigam pelo acesso

Por Leandro Aragão / Gabriel Rios
Foto: Lucas Figueiredo / CBF



A bola vai rolar para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro a partir deste sábado (4). Apesar do título estar em jogo, a grande ambição dos 68 clubes participantes é o acesso à Série C do próximo ano. Desta vez, a Bahia terá quatro representantes na competição, a rebaixada Juazeirense, e os outros três times que conquistaram as vagas reservadas ao estado, Bahia de Feira, Fluminense de Feira e Jacuipense.

O primeiro baiano a entrar em campo é a Juazeirense que encara o Interporto, no General Sampaio, em Tocantins, neste sábado (4), a partir das 16h. No dia seguinte, mas no mesmo horário, o Flu de Feira recebe o Salgueiro, no Joia da Princesa, enquanto o Jacuipense enfrenta o ASA, no Valfredão. Fora de casa, o Bahia de Feira joga contra o América-PE, no Ademir Cunha.

A fórmula de disputa da competição continua a mesma. Os 68 clubes foram divididos em 17 grupos na primeira fase. Cada líder das chaves e mais os 15 melhores segundos colocados se classificam para os mata-matas, que será disputada em segunda fase, oitavas de final, quartas de final, semifinal e final. Os quatro semifinalistas conquistam o acesso à Série C do Brasileiro de 2020.

Grupo A6 (Bahia de Feira, América-RN, América-PE e Serrano-PB)
Time base: Jair; Dionísio (Carlinhos), Vitor, Paulo Paraiba e Cazumba; Capone, Edimar e Bruninho; Jarbas, Deon e Ebinho.

Embalado pela excelente campanha no Campeonato Baiano, que rendeu o vice-campeonato da competição, o Bahia de Feira entra na Série D buscando o acesso. Será a segunda participação do Tremendão no certame nacional, que tenta assumir de vez o posto de terceira força do estado. Eleito melhor técnico do Baianão, Barbosinha comentou a expectativa para a disputa e disse que o time precisa ser equilibrado. 

"É fazer uma Série D segura. Onde possamos pensar primeiramente numa classificação para o mata-mata. É uma Série D que temos que ter um time equilibrado e cascudo, para que possamos ter tranquilidade na competição", projetou Quintino Barbosa em entrevista ao Bahia Notícias. 

Apesar de perder o lateral-direito Van e o volante Gabriel Bispo para o Vitória, o Bahia de Feira trouxe três jogadores: o atacante Matheus Lima, vindo do Maranhão; o lateral direito Carlinhos, vindo de Minas Gerais, e o atacante Jadson, do futebol gaúcho. Entretanto, o destaque vai para manutenção da base que conquistou o vice, como o goleiro Jair, o lateral-esquerdo Alex Cazumba, o volante Jarbas e o meia Bruninho. 
Eleito melhor lateral-esquerdo do Baianão, Alex Cazumba segue no Bahia de Feira e é um dos destaques do time para Série D | Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias
 
Grupo A7 (Jacuipense, ASA-AL, Campinense-PB e Vitória-PE)
Time base: Jordan; Paulinho, Matheus, Railon e Padilha; Thiago Lima (Daniel Alves), Uelliton, Danilo Rios e Thiaguinho; Jil Bahia (Ruan Café) e Marcelo Nicácio.

Apesar de ter ficado apenas na 7ª colocação do Campeonato Baiano, o Jacuipense cresceu na reta final e chegou a brigar por uma vaga nas semifinais do Estadual. O crescimento trouxe esperança ao torcedor de Riachão do Jacuípe para a disputa da Série D do Brasileiro. Presidente do Conselho Deliberativo do clube, Felipe Sales destacou a manutenção da base e se mostrou confiante com o acesso à Série C. 

“A expectativa é a melhor possível. Mantivemos a base e fizemos uma pequena reformulação no elenco. A expectativa é que a gente consiga alcançar o acesso à Série C”, projetou Felipe Sales em entrevista ao Bahia Notícias. 

Após manter os principais jogadores, como os experientes Uelliton, Danilo Rios e Marcelo Nicácio, o Leão do Sisal trouxe algumas peças para reforçar o elenco. O lateral-direito Tiago Bahia deixou o Vitória da Conquista e se juntou ao time de Riachão. Outras novidades foram o lateral-esquerdo Caique, que veio do Sousa-PB, Thiago Lima, volante que estava no Galvez-AC, Vitor Ferreira, que atuou pelo Corumbaense-MS, e Jil Bahia, atacante que vestiu a camisa do Passo Fundo-RS. No entanto, os atletas Vicente, Daniel Peixoto, Lídio e Mauri deixaram à agremiação.
Experiente, Marcelo Nicácio é a esperança de gols do Jacuipense | Foto: Reprodução 

Grupo A8 (Flu de Feira, Coruripe-AL, Salgueiro-PE e Sergipe)
Time base: Leo Paredão; Robert, Alysson, Val e Vicente; Hércules, Guto, Leandro Sobral e Rafael Granja; Peixoto e Luan.

O Flu de Feira fez uma grande reformulação no departamento de futebol, passando pela comissão técnica e, principalmente, pelo time, por causa do desempenho abaixo do esperado no último Baianão. George Ramos é o novo diretor de futebol. Para o cargo de treinador, o Flu de Feira trouxe de volta Arnaldo Lira. As funções de preparador físico e de goleiro também foram mudadas, ocupadas, respectivamente, por Filipe França e Ivair Gomes. Para elenco, o Touro do Sertão contratou nada mais nada menos do que 11 jogadores para o primeiro desafio na competição.

"Fizemos uma reforma no elenco, contratando 11 jogadores, talvez chegue a 12. Trouxemos a comissão técnica com Arnaldo Lira", afirmou o presidente José Francisco Pinto, o Zé Chico, em entrevista ao Bahia Notícias. "Estamos num grupo, que dentre os times baianos, é o mais forte com Coruripe, Salgueiro e Sergipe. Mas vamos trabalhar e iniciar a competição domingo contra o Salgueiro", completou.

O Touro do Sertão trouxe o zagueiro Val, o lateral-direito Robert, o lateral-esquerdo Vicente, os meias Leandro Sobral, Hércules, Guto, Alberto e Rafael Granja, e os atacantes Peixoto, Val Bacabal e Luan. Das saídas do elenco, as principais foram o experiente goleiro Deola e o camisa 10 Juninho Tardelli, que no entanto, nem chegou a jogar pelo time de Feira de Santana. O primeiro foi liberado para ser emprestado para outro clube, enquanto o segundo, irmão do atacante do Grêmio Diego Tardelli, pagou a multa rescisória e não retornou ao Tricolor feirense após empréstimo no primeiro semestre.
Artilheiro e campeão do Campeonato Sergipano, Luan é a grande aposta do Flu de Feira | Foto: Reprodução / TV Sergipe

Grupo A9 (Juazeirense, Aparecidense-GO, Interporto-TO e Itabaiana-SE)
Time base: Gleibson; Rodriguinho, Emerson, Emílio e César; Waguinho, Kaefer, Clebson e Caio César; Nino Guerreiro e Toni Galego.

A Juazeirense viveu um sonho em 2017 ao se tornar o primeiro time do interior da Bahia a subir de divisão no cenário nacional. Os dias de glórias contrastaram com o péssimo desempenho na temporada seguinte na Série C, resultando no rebaixamento da equipe. Sabendo do que é preciso fazer, o presidente do Cancão de Fogo, o deputado estadual Roberto Carlos (PDT), apostou num elenco experiente para a competição.

"Nós estamos trabalhando muito com o objetivo de voltar à Série C. O elenco que formamos foi de jogadores experientes, já experimentados na competição. Fizemos isso para que a gente não tenha surpresas negativas e não venha fazer experiências dentro da competição e sim ter jogadores experimentados", explicou ao Bahia Notícias.

A Juazeirense não teve um bom início de ano. Com exceção da partida equilibrada que fez com o Vasco na primeira fase da Copa do Brasil, eliminado com o empate em 2 a 2, o Cancão de Fogo foi irregular na arrancada inicial do Baianão e não conseguiu se recuperar para ficar entre os semifinalistas. O time começou a temporada sob o comando de Aroldo Moreira, que foi demitido após os resultados ruins. Para o seu lugar, Carlos Rabello, comandante do acesso, retornou ao clube. A partir de então, após o estadual, começou a reformulação no elenco. A diretoria trouxe o goleiro Gleibson, que foi campeão da Série D em 2018 defendendo a meta da Ferroviária. Vieram também o zagueiro Márcio, os laterais Iran, Rodriguinho e César, os meias Clébson, Willian Kaefer, e os atacantes Jeam, Alef e Toni Galego, este último um pedido da torcida, segundo Roberto Carlos. Dentre as saídas, as principais ficam por conta do goleiro Douglas Pires, que não renovou contrato, e do atacante Gustavo Balotelli, que foi emprestado ao CRB.
Toni Galego é o destaque da Juazeirense que sonha em voltar à Série C | Foto: Divulgação / Juazeirense
Bahianoticias

Nenhum comentário