Últimas Notícias

Ao lado de Kassab, Otto é aclamado candidato ao governo por aliados

As declarações de apoio dos correligionários a Otto ocorreram durante encontro municipal do partido em Salvador

Por Rodrigo Daniel Silva
Foto: Divulgação
Ao lado do presidente nacional do PSD e ex-ministro Gilberto Kassab, o senador Otto Alencar foi aclamado, ontem, por aliados, como candidato a governador da Bahia em 2022, quando acontecerá a sucessão de Rui Costa (PT). As declarações de apoio dos correligionários a Otto ocorreram durante encontro municipal do partido em Salvador. O evento não contou com a presença do chefe do Palácio de Ondina, que está em viagem ao exterior, mas o governador em exercício, João Leão (PP), compareceu e representou o petista.
Presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), defendeu publicamente a candidatura de Otto. Ressaltou que o senador não gosta que se fale sobre o assunto, mas cravou que o aliado “é o nosso futuro governador”. “Por que não dizer isso? Você vai ser o nosso governador da Bahia", afirmou. Filiado ao PSD durante a convenção, o ex-deputado estadual Augusto Castro, que era do PSDB, também apoiou a postulação do senador. “Otto conhece os dois lados da política baiana (…) Tenho certeza que teremos nesse palanque o futuro governador do estado da Bahia”, pontuou. 
Presidente da União Geral dos Trabalhadores na Bahia (UGT-BA), Magno Lavigne também se manifestou a favor da candidatura do senador. O deputado estadual Alex da Piatã (PSD) disse que é perguntado, em todos os cantos, se Otto será postulante ao Palácio de Ondina em 2022. “Como eu sei que ele é muito moderado, eu digo: não tenho dúvida de que preparado ele está pela história de vida, pelo que tudo construiu, pelo que está construindo. Nós temos a Bahia sendo uma exceção no Brasil. Um exemplo, antes com o governador Wagner e agora com o governador Rui Costa, mas nada disso seria possível se não fosse a grande do contribuição que o PSD dá”, declarou. 
Gilberto Kassab evitou defender a candidatura de Otto Alencar. No entanto, ao lado de Otto e de Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD), afirmou que tem “boa intuição”, apontou para os três senadores e disse que “o futuro governador da Bahia está aqui”. “É evidente que Otto é o grande líder do partido. Otto tem condições de postular qualquer cargo no país. E, principalmente, na Bahia. 2022 estará acabando o seu mandato de senador. Portanto, é evidente que a nossa vontade é que continue na vida pública com mandato, seja como governador ou seja como senador. E ele, com a experiência e a visão larga da política que tem, vai encontrar o melhor caminho”, afirmou, em entrevista coletiva.
O senador voltou a ser cauteloso ao ser indagado sobre a possível candidatura em 2022. Em entrevista publicada ontem na Tribuna, Otto afirmou que “só se toma decisão quando o momento exige”. “Não tenho essa pretensão e nem passa isso pela minha cabeça agora. Então, lá para o mês de março ou abril 2022... Nunca tomo decisões depois do Carnaval. Só tomo depois da Semana Santa. Então, quando chegar a Semana Santa de 2022, me procure que eu lhe respondo”, afirmou. 

Nenhum comentário