Últimas Notícias

'Morreu fazendo o que mais amava', diz amigo de modelo que desmaiou em desfile

Tales Soares, 26, passou mal no São Paulo Fashion Week e não resistiu
morte do modelo Tales Soares, 26, que passou mal durante um desfile da São Paulo Fashion Week, chocou seus amigos. Dono da agência All Models, do Espírito Santo, a primeira da qual Tales fez parte, Faelo Ribeiro comentou que o amigo vivia a expectativa de participar mais uma vez do maior evento de moda do país. Ele falou ao Universa, do portal Uol.
"Nas últimas mensagens que ele me mandou, me pediu que assistisse aos desfiles, que ele usar uma roupa linda e que, neste ano, ia se consagrar nas passarelas", diz, "Éramos muito amigos. Ele sempre dizia que, quando estivesse na passarela, eu estaria com ele. Tales morreu fazendo o que mais amava"
Soares passou mal e desmaiou na passarela. Ele foi levado para fora do espaço de desfiles, na Arca, em São Paulo, e bombeiros fizeram procedimentos de primeiros-socorros. Depois, o modelo foi socorrido ao Pronto Socorro Municipal Lapa. A suspeita é que Soares sofreu um ataque epilético.
Modelo de Manhuaçu, o rapaz era modelo desde os 18 anos e vivia em São Paulo desde 2017. Ele fez faculdade de Educação Física na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), quando começou a dar seus primeiros passos no mundo da moda.
O primeiro grande evento que participou foi em julho de 2018, na Casa dos Criadores. Em otuubro do mesmo ano, estreou na SPFW, desfilando pela grife Ratier. Esse ano, já tinha desfilado pela mesma grife na sexta-feira (26). 
(Foto: Estadão Conteúdo)
Mal súbito
Depois de sentir um mal súbito durante o desfile da marca Ocksa, na tarde deste sábado (27), na São Paulo Fashion Week, o modelo Tales Cotta (nome artístico de Tales Soares), foi levado ao hospital mas não resistiu.
Um comunicado do evento, que é o mais importante do gênero no país, diz que "ele foi prontamente atendido pela equipe de socorristas do SPFW, mas infelizmente não resistiu."

"Lamentamos esta fatalidade e prestamos nossas sinceras condolências à família de Tales. Junto com a agência Base MGT, estamos prestando toda a assistência necessária neste triste momento", encerra a nota do evento.
A Ocksa, marca pela qual o jovem desfilava na hora do mal súbito, também se manifestou através das redes sociais.
"Toda a equipe lamenta e está consternada com a notícia do falecimento do modelo Tales Cotta. Nossas sinceras condolências à família do Tales e aos amigos da agência Base", diz trecho do comunicado, citando a empresa que agenciava o modelo atualmente. 
Segundo a revista Vogue, este era o segundo desfile de Tales Cotta nesta semana, após ter cruzado a passarela da Ratier nessa sexta-feira (26). 
Em seu Instagram pessoal, horas antes da morte, Cotta, que era graduado em Educação Física e praticava capoeira, ainda postou diversas imagens dos bastidores da SPFW.
Na última delas, ele fez um vídeo ao lado de uma colega de trabalho. "Dos 'mils' trabalhos da vida, 999 é com ela", brinca ele, mostrando a modelo Victória Alcoforado.
Perfil
Nascido em Manhuaçu, interior de Minas Gerais, Tales Cotta se mudou aos 18 anos para Vitória (ES), onde começou a carreira na agência All Models.
Em uma entrevista à Harper’s Bazaar, ele falou sobre o início da carreira. “Sempre me dediquei aos estudos e me formei em educação física; logo depois, me mudei para São Paulo para investir mais na carreira de modelo e fui agenciado pela Base MGT”, comentou ele.
Cotta ainda chegou a falar sobre para quando deixasse as passarelas.
“A carreira (de modelo) é realmente muito curta e eu sempre achei válido ter um plano B, mas, na verdade, não pretendo seguir como profissional de educação física. Estou pensando em estudar gastronomia, já que adoro cozinhar e acho um curso muito interessante”, contou ele.
Antes disso, pretendia seguir carreira como modelo internacional. “A ideia agora é investir na carreira internacional. Talvez vá para Londres e aproveite para estudar gastronomia lá”, comentou ele, na ocasião.

Nenhum comentário