Últimas Notícias

Bahia lidera geração de empregos no Nordeste

A Bahia é o Estado que mais gerou empregos no Nordeste em fevereiro de 2019, com 5.706 novos postos de trabalho com carteira assinada. A contribuição positiva foi conferida mais pelo interior do Estado (municípios não metropolitanos), com um saldo de 3.668 empregos no período. Os destaques foram as cidades de Barreiras (503), Santo Antônio de Jesus (390) e Luís Eduardo Magalhães (389). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). No ranking regional (Nordeste) e brasileiro, a Bahia ocupou, respectivamente, a primeira e a oitava posições.
Ainda de acordo com as informações do CAGED, o resultado decorre da diferença entre 49.056 admissões e 43.350 desligamentos. Os setores responsáveis pelo saldo positivo da Bahia, em fevereiro, foram Serviços (+2.564 postos), Construção Civil (+1.666 postos), Indústria de Transformação (+662 postos), Administração Pública (+435 postos), Comércio (+147 postos), Agropecuária (+130 postos) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (+110 postos).
O secretário do Planejamento do Estado, Walter Pinheiro, destaca que a Bahia lidera com folga os demais Estados do Nordeste na geração de emprego, sendo o único da região com saldo positivo no acumulado desses dois primeiros meses do ano. “Este resultado reflete o esforço do governo do Estado como indutor do desenvolvimento, a partir da construção de estradas, hospitais, escolas, habitações, sistemas de abastecimento de água, redes de esgoto e, também, com a atração de empreendimentos e o apoio sistemático à Agricultura”.
O saldo positivo na área de geração de empregos também foi avaliado pelo secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), Davidson Magalhães, como consequência da diversidade de atividades econômicas desenvolvidas no Estado. “Sete segmentos contabilizaram aumento na oferta de vagas. O resultado de fevereiro foi maior que o de janeiro deste ano, demonstrando que a Bahia está retomando o crescimento mais rapidamente que outras unidades da federação. Para que esse avanço seja contínuo, vamos fortalecer ainda mais a atração de empresas para o nosso Estado; o apoio ao empreendedorismo; e o reforço das políticas de emprego e renda”.
Claudia Lessa (A tarde)

Nenhum comentário